top of page

“Curimataú”, região do sertão da Paraíba em que a artista paraibana residiu por aproximadamente três anos, é o nome desta obra. O trabalho retrata uma rolinha-branca descansando sobre várias cabaças decoradas. A criadora recorda como, quando essas aves voavam, era possível ver uma cor azulada debaixo de suas asas, o que remetia a artista à inesquecível música “Asa Branca”, cantada por Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. A imagem em si mesma evoca memórias afetivas e um desejo de que todo ser humano revigore seu contato com a natureza, podendo assim encontrar as próprias raízes, entendendo melhor os ciclos essenciais da vida e se integrando com eles de maneira a realizar uma preservação consciente não só de plantas e animais, mas de todo o valor simbólico que o meio ambiente representa, trazendo humildade e resiliência, assim como coragem e determinação.

Oscar D’Ambrosio

MAZÉ ANDRADE, "CURIMATAÚ", Escultura, 72 cm A x 32 cm L

SKU: CERGA13001ORIMA
R$ 1.625,00Preço
    bottom of page